segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

a sereia que veio da água vestida de espelho com pele de rio caminhar noites em lugares secretos absolvidos de culpa ou remorso. nunca aconteceu



Simon Emmett

14 comentários:

  1. É pá, Nanico, quem te acabou cu sonho tã lindo?

    ResponderEliminar
  2. adoro as tuas escolhas (e detesto os meus comentários :( [repetitivos, não há pachorra, eu sei]

    ResponderEliminar
  3. Sereia vestida de luar. Pode acontecer.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Pois não. Não a quiseste.

    ResponderEliminar
  8. A quem entendeu este post ou este texto doido, indico com urgência uma clínica psiquiátrica, estão todos a ficad lelé da cuca..."vestida de espelho com pele de rio"...CAMISA DE FORÇA!!!

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faite votre traduction, s'il vous plait...Merci

      Eliminar
  10. obrigada, Isabel, simpatia tua.
    (sei que parece idiotice - e é - mas estou apaixonada por este blogue. tem bom gosto, inteligência e sentido de humor. quem quer que seja que esteja do outro lado, espero que continue por muito tempo!)

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. Anão, grande Anão, a foto é linda, o texto é lindo e mete-se pelos poros adentro. Não sei se te aconteceu ou não mas eu "caminho noites em lugares secretos absolvidos de culpa ou remorso"...se caminho...e a minha pele faz-se de tantas coisas...
    Agradeço-te o momento, Anão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Revista do Rádio, toda a semana eu espero...
      Revista do Rádio, ei jornaleiro
      É essa que eu quero....((circa 1940/50)
      Lagartixa, lagartixa...sei não.

      Eliminar