segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

É ao teu nome que regresso:


prazer sem impressões digitais nem é pecado.

14 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Mas é prazer para os voyeuristas, os folheadores de revistas, os visitadores de sites picantes, os que usam a imaginação..ora!

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chamais por mim, senhora? Deixai tuas impressões digitais em meu pêlo que estou aqui para vos servir!
      Móss qu'é fête do tê bode deb?

      Eliminar
    2. Deixai VOSSAS/tuas impressões, NOBRE CACHORRINHO: AFINAL O TRATAMENTO É A 2ª PESSOA - TU - OU VÓS, ALTEZA? ENGANASTE-IAS?

      Eliminar
  4. Anão, Anão, nem é pecado, nem é prazer...Dedadas, muitas dedadas para a malta rebolar de prazer...

    ResponderEliminar
  5. Nunca é. O pecado é um castelo de areia.

    Memories swell pleasure and shrink pain.

    ResponderEliminar
  6. Só me apetece é ganir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê, Cisco?

      Eliminar
    2. ....porque grunhir não fica bem :D

      Eliminar
    3. e espojar e comer ameixas verdes, não?

      Eliminar
    4. verdes? daquelas de elvas? com sericá? táclaroquesim!!!! :D

      Eliminar
    5. A new love affair between Marge and Fran?

      Eliminar