quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Subtexto e contexto


Continua a procurar a alma gémea, a mulher, ou o homem, dos teus sonhos, continua. Pode ser que te fodas!

33 comentários:

  1. Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. oi esse tudo bem hessinho?. tb gosto muito do seu comentário. ele paga pra vc vir comentar os comentários?

      vai, não perde tempo aqui moço, não perde não, vai, não faz esperar seu proctologista ele tem um cotovelo todo sóooooo pra si. sentir cócegas na garganta não admira não.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
  2. ahahahaha genius, muito bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. ocê inda tá aqui moço? eu disse pra ir andando. não faz ele esperar não

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. presumo que sejas espiritista. eu com almas não vou a lado nenhum. e quanto ao dar ou não dar, estás a fazer confusão com almas siamesas.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. ó faxavor duas siamesas pra mim!

      Eliminar
    6. Isso complicado, Bad qualquer coisa... Não sei como conseguirias desdobrar-te!

      Eliminar
  4. Caray, era bem feito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. conta-me tudo, também quero bem feito.

      Eliminar
  5. Continuo a achar um piadão aos comentários da Isabel..

    (Tudo bem Isabel?)

    Xodó, não percebi .. isso da alma gémea não é suposto ser-nos assim tão necessário, por nos ser o Yin do nosso Yang (ou vice-versa)?
    Ou seja, não é o que nos completa, exactamente por ser, genericamente, uma oposição de nós?

    (Pelos deuses dize-me que sim, que se anda aqui uma deusa há uma porrada d'anos à procura de outro "eu", devoto-me já ao celibato e ingresso no convento das Carmelitas, onde passarei o resto dos meus dias a dizer mal de Deus).



    Acabei de escrever aquilo e desenhou-se-me um sorriso nos lábios, vá-se lá saber porquê..





    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Rainha do Sabá (ou será do samba?) chegou.




      Quando falas em deusa é a godess a que se refere o Charlie Sheen?
      Uma dúvida que me aniquila.




      O oposto de mim é que me completa/complementa?






      TU LARGA AS DROGAS PÁ!




      Por exemplo, imagina, apenas para efeitos teóricos, que eu seria um senhor gajo que dava alguma importância ao sexo. Então, na tua teoria, a alma gémea que me calhava era o oposto disto?



      Oh Pá! Vai ser amiga assim para um gajo qualquer do Bantustão!

      Eliminar
    2. Foda-se pá .. mas uma pessoa põe a discussão uma perspectiva perfeitamente pertinente, e tu é logo um desatino, e ele é larga as drogas e o Sheen e gentes de sítios estranhos e O PIOR! a sequer suposição, assim como que à laia de praga (a mim pareceu-se-me, tu TÁ CALADO CAGORA TOU EU A FALAR, hã!)de ainda que teoricamente, ou assim numa realidade paralela à paralela das paralelas, eu não ia gostar de sexo??

      .....



      .....


      ...
      (ai ... espera caté que tou com tonturas .. respira fundo Isa mai banita .. isso .. inspira, expira ... 'vagarinho pinxeza, vá... isso .. ufa ... caaaaaaaalma ... NUM PARTAS NADA CA VIDA NÃO TÁ PRA DESPESAS DESNECESSÁRIAS!... apruma-te melher .. vá .. credo, canseira..)

      ...


      Passo então às explicações que anteriormente me pareceram desnecessárias, em virtude de tão óbvias:

      SEXO, NÃO FAZ PARTE DA PARAFERNÁLIA DE CARACTERÍSTICAS EVENTUALMENTE IMBUÍDAS NUM QUALQUER SER, PORQUE SEXO É UMA NECESSIDADE. TODA A GENTE GOSTA DE SEXO. TODA. E PRECISA.

      Até fiquei rouca, caray..
      Se fosses é masé vender chuchas prá porta da maternidade mais as teus efeitos teóricos, eras capaz de ter mais sucesso, é só que te digo.
      E voltas-me a mandar ir ser amiga de gente estranha, inda te parto é todo.

      Ah! e é Rainha. Só.



      Dasssssse, pró cuma gaja está guardada!


      Eliminar
    3. despejar baldes de Q.I. num qualquer comentário todos podem, o que eu gostava mesmo era que tivesses trazido as gueixas, ou, vá lá, o número de telefone da Ana Moura, isso é que era.

      truques de ilusionismo. exibir as habilidades do negrito em comentário para matar de inveja o resto da malta. exibicionista.


      tenho cá pra mim que nos últimos 10 anos não recebeste aquele mínimo olímpico de elogios, ou comentários abonatórios.

      quanto ao sexo ser uma necessidade:

      primeiros) não é assim para toda a gente, nem toda a gente gosta, nem toda a gente precisa, uma infelicidade, mas, é verdade - por isso têm borbulhas na cara, herpes labial, mau feitio, etc;

      segundos) não é uma necessidade, é um bem, um bem que se faz, um bem que se recebe;

      terceiros) sendo um bem (de primeira necessidade) não devia ter o IVA tão elevado - já deixei de pedir factura.

      e no mais digo que conheces gente estranha. eu sou embutido, a não ser assim já tinha caído, ou pior, não tinham devolvido.

      Eliminar
    4. Se é um bem (de primeira necessidade), é uma necessidade, e está claro, que porque nos faz bem. Mania de me estares sempre a contrariar.
      E toda a gente gosta. Quem diz que não gosta, é porque não o fez em condições. E toda a gente precisa, sim. Fica a pele mais bonita e tudo, e quem diz pele diz cabelo,quem diz os antes mencionados pode muito bem esparramar os benefícios da coisa até ao humor, sendo que o Mundo pode, quando assim, ser-nos suportável.


      O IVA, meu bem, nestes casos, não é pra ser discutido. Se to cobram .. está mal. Quererá quiçá dizer que não estás a fazer as coisas em condições, no ante e/ou pós sexo, e não me refiro aos preliminares.
      Falando por mim que não exerço a prática em questão sem um mínimo de sentimento envolvido - e sendo do conhecimento das hostes que sou sempre uma exagerada - quem ajoelha, tem que rezar.

      (Destrocando: Não há cá coisas coloridas do vou ali e já volto. Maneira qué assim).

      Quanto aos elogios, temos que 1º chegar a um consenso do que consideras como tal. Se concluirmos que muito paleio e pouca acção não conta, então aumenta aí os 10 anos pra praticamente toda a minha existência. Uma desafortunada é o que sou, uma giver num mundo de takers,e mesmo sabendo que qualquer terapeuta me diria que a culpada desta triste situação não é outro/a que não eu,ainda assim, protesto! tadinha d'eu.

      E quanto tiveres uns minutinhos livres, tu pelo amor da santa explica-me, como caralho é que passas de gueixas prá Ana Moura.

      Foda-se caté me doeu a ialma, e nem sequer tenho ascendência japonesa. Quando eu for ao Japão, fica sabendo que lhes hei-de contar do que acabeste de proferir.



      Parvo.



      Pronto, falei.

      Eliminar
  6. farto dessa história de que a diferença é o primeiro requisito para a compatibilidade. não posso querer uma gueixa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes.
      Mas primeiro tens que saber o que fazer com ela, né?
      Poisé.


      Cá agora a enervar uma pessoa.

      Eliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hesseherre, um dia destes convidas-me pra um cházinho aí nessa dimensão onde vives, vale?

      (de camomila, pra mim, que acho que vou precisar)


      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. voltei mas primeiro fui dar a vacina. tens por aqui um cão raivoso que morde em toda a gente. chama o veterinário e leva-o para junto do Zico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MORDE NOS ESCROTOS COVARDES APADRINHADOS PELO ANÃO...SIM, ESTES EU MORDO

      Eliminar
  11. Bebé, não faças isso..

    Tu não queres mesmo medir forças comigo, nesse ressabio desmesurado que, aparentemente, nem o sono sossegou.
    E não queres, sobretudo, continuar a insultar o dono deste blog.
    Pois não? Ora pensa lá bem no que estás a fazer, pensa na imagem que passas de ti, pensa, enfim, PENSA.

    Chama-me lá o que quiseres,mas faz o favor de surpreenderes todos, e teres o mínimo de decência para o fazeres no meu blog ou em privado. Morou?

    Isto sou eu bem disposta. Manda com mais umas quantas dessas, e pode que te fodas com a cena dos apadrinhamentos e afins, ou em suma, com o que algumas camadas da blogosfera pensam sobre escrotos como tu sem o menor sentido (de todo), e naturalmente por arrasto, de encaixe, de humor, e por aí fora.

    ResponderEliminar