quarta-feira, 5 de setembro de 2012

...

Não estou gordo, esta solidez é mágoa escura e densa, feita chumbo, que arrasto presa em um baraço.

49 comentários:

  1. Isto merece uma reflexão maior. Da minha parte, aguarda.

    ResponderEliminar
  2. Usa então o espelho da Madrasta da gata borralheira: "Espelho,espelho meu existe algum anãozinho mais feio do que aquele?"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tás todo enfaralhado ó Olho Vivo, a Madrasta é da Branca de Neve e os 7 matulões....

      Eliminar
    2. Eu cá sei quem é que precisava de um matulão...

      Eliminar
    3. Pensei que a tua onda era outra, mas na boa. Não tenho preconceitos. Cada um brinca com o que gosta.

      Eliminar
  3. Olho Vivo, não é nada disso! Deixa que eu me inspire!

    ResponderEliminar
  4. C'um caraças Anão, corta o baracinho e prantes.
    Ah! Já sei és presidiário e as riscas assentam-te mal. Ainda usam bolas de chumbo no tornezelo?

    ResponderEliminar
  5. Prantes, está tudo dito! Logo hoje que estou melancólica! Bren, tu não mandes o rapaz cortar o baracinho antes de eu acabar o meu trabalho! Caraça, pá! logo hoje que eu estou com uma auréola na cabeça! Estou santa de todo! Já só me falta beijar a perninha do menino que está sentadinho nos braços de Santo António.

    ResponderEliminar
  6. Tás santa? Melher trata já disso. Deixa a perninha do menino e vai mas é regar as árvores, deixa-te dessas merdas das auréolas. Auréolas só as dos tira-nódoas.

    ResponderEliminar
  7. Claro que estou santa! Isto é mesmo doença! Pois, é isso! Tira nódoas. Não me tinha " alembrado" disso!
    Vou-me antes que seja tarde!

    ResponderEliminar
  8. Shógun, tu pelos deuses enforca-te duma vez, que já não se aguenta tanta paneleirice de comentários. Com o devido respeito pelos intervenientes, tá claro e isso tudo, mas foda-se! que isto ultimamente parece daqueles encontros de comadres ao entardecer, em que ninguem fode nem ninguém sai de cima.

    Dassssssssse!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ouve lá, quem te encomendou o sermão? não sejas ressabiada. há comprimidos para isso.

      Eliminar
  9. Era para foder, Isa? Pela parte que me toca, o espaço é todo teu!

    ResponderEliminar
  10. Bem me parecia..

    Obrigada, Isabel.

    ResponderEliminar
  11. Não tens de quê!
    A minha também me parecia. Não sei bem o quê, mas também me parecia!
    Como ultimamente fui daqueles em que "mais pareceu", vai deixar de parecer!
    De facto, reconheço que tenho "parecido" demais. Haja alguém que os tenha no sítio para que tudo volte ao normal!
    Parabéns, Isa! Essa foi de mestre!

    ResponderEliminar
  12. Eu queria dizer " a mim" também me parecia".

    ResponderEliminar
  13. Porra, só dei erros!
    Na 2ª linha, mudei de sexo. Não é "daqueles" que eu queria dizer. É "daquelas"! Já agora, convém esclarecer que é para "parecer" ainda mais e melhor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que se forniquem os erros. Bora lá arrotar, soltar gases e coçar os coisos e as coisas.

      Eliminar
    2. Se vais coçar os tim-tins tens de ter unhaca. Sem unhaca não é coçar, ó menino!

      Eliminar
    3. Doce Maguigas, tu é que conheces o verdadeiro Tuga lolol

      Eliminar
    4. Eu tenho Margarida. Uso a do dedo mindinho pra coçar o ouvido, depois com a ajuda da do polegar tiro sarro. Uso as mesmas pros macacos do nariz. As outras três são pros tim-tins.

      Eliminar
    5. Bren, atina, pá :))))))))))))))))))))))

      Eliminar
    6. Bren, então e para palitar os dentinhos? falta essa...

      Eliminar
    7. Eish, que falha dos diabos!! pois, para palitar é a do mindinho também quando a tradicional chupadela com a língua não resulta.

      Eliminar
    8. Ah, assim já está tudo em ordem. Tava a ficar preocupada:)
      Não sei se sabes mas a unhaca vai ser proposta a património imaterial da humanidade.

      Eliminar
    9. Não, afinal tem de ser material,caraças que gafe!

      Eliminar
    10. Sim, sim, por isso trato muito bem das minhas. Trato delas só de lima. A do mindinho deixo-a um pouco aguçada na ponta. Não sabes o jeitaço que dá para levantar a ponta dos envelopes e coçar o hemorroidal.

      Eliminar
    11. Pois, o principal é o material. Esse é que não pode deixar de ser coçado!

      Eliminar
    12. É assim mesmo, és um vero macho latino!:)
      Beijinhos, Bren

      Eliminar
    13. Beijinhos Margarida. Em sinal de contentamento acabei de mandar uma cuspidela pro chão pelo canto da boca, nota bem.

      Eliminar
    14. Daquelas bem puxadinhas lá do fundo? Ah leão, é mesmo assim!

      Gramo os óculos:)

      Eliminar
    15. Inxactissemamente. Cai no chão e tremelenca esverdeada.
      Andava com falta de ouvido, vejo muito melhor agora.

      Eliminar
  14. ... foi dos nervos..


    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahahahaha

      Ó Isabel, vooooooolta, cagora é que começas a ter piada pá!

      foda-se qu'esta gente amofina-se por dá cá aquela palha, chiça.. já uma gaja
      não pode dizer o que pensa e sente, qué logo ai que me vou embora e ataques e mai não sei quê.
      Ehhp..

      Jogo de cintura, melher ... ó que caray..

      Eliminar
    2. Cum caray, ISA! ;0)

      Eliminar
  17. Vai-te foder que já és grande! E mete o jogo de cintura no cú e assobia o Hino Nacional.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cu não é acentuado. Pelo menos o meu, vá.

      Eliminar
    2. Essa não fazia falta na conjuntura actual. Mas prantes todos deslizam de vez em quando.

      Eliminar
  18. Olha voltou.. FOFINHA TU!


    Isabel, tu que deves ser do meu tempo, deves saber que o Hino Nacional não deve ser assobiado mas cantado, e nunca, sob circunstância nenhuma! (ó um ponto d'exclamação só pra ti, coisa mai linda .. é pró teu stock que deve tar a acabar),
    como eu ia dizendo, nunca! em situações, vá, assim, lúdicas. Ainda vais presa, sua ganda maluca! (este é bónus).

    E é preciso ser-se grande pra se foder..? pô ... tá mal né?

    ResponderEliminar
  19. Claro, Isa, o meu stock está-se mesmo a findar!
    Sim, é preciso ser-se grande para que se dê uma real foda!
    Sim, eu sou do tempo de muita coisa! Mal tu sabes!
    Pronto, tira o jogo de cintura do cú e não assobies o Hino Nacional... Faz o que tu quiseres com o Hino e com a cintura! Eu, não tenho nada a ver com isso!

    ResponderEliminar
  20. (Gosto desta gaja)

    Melher.. calma..respira fundo .. junta o polegar ao indicador e diz ooooummmmmmmm .. vagarinho .. o Mundo que espere ... vá ... fica nisso
    uma beca até te passar a travadinha. Xim?

    E 'pois explica aqui à nina, qué isso duma "real foda", e explana - se der tempo e por aí - aquilo do "grande".

    (Pronto, finalmente uma luzinha ao fundo do túnel).

    ResponderEliminar
  21. Que raio de coisa é essa do ooouuumm, não me digas que te deu para aquela coisa dos gurus, eu não sei que mais? O om, dizem eles. Nunca fui dessas merdices! Não tenho paciência para meditações.
    Uma real foda, tu sabes, é aquela foda que tu dás e que até vês estrelas. Se vires a lua, está tudo estragado!

    ResponderEliminar
  22. Tenho que ir almoçar!... Inté!

    ResponderEliminar
  23. Já abriram as inscrições para o workshop sobre "Real Foda"? Não se esqueçam de mim, quero inscrever-me.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai c'um caneco, sai daqui tudo doutorado em "RFs". Até a troika abana!

      Eliminar
    2. Opá, eu sou republicana e laica ( não disse laika, porque não andei em órbita a ladrar e a roer ossos) mas tenho interesse em saber como é que a realeza se atira ao bife.
      São questões antropológicas e quiçá sociológicas.
      Não podemos brincar com o conhecimento porque conhecimento dá-nos empowerment!

      Eliminar