quinta-feira, 6 de setembro de 2012

A forma e o estilo, ou a esquecida arte de usar chapéu de aba direita


É bizarro mas verdadeiro. O mesmo chapéu, a mesma cabeça, e podemos observar tantas personalidades quantas as posições consentidas pelo formato craniano - especificidades de Lombroso não incluídas. O facto observa-se de forma clara com um Borsalino, modelo Fedora.

Do nosso menu destacamos: a indolente; a pomposa; a irritante; e, a meramente impertinente.

Na primeira, usa-se o chapéu atirado com displicência para a nuca, e a parte inferior da copa mal tocando a linha onde começa o cabelo e acaba a testa. Adicione mãos nas algibeiras, cigarro ao canto da boca e, sempre que possível, a pose imóvel de quem encostado a uma esquina troca a perna.

Para a segunda, a cabeça é coberta a toda a volta sempre pela mesma porção de chapéu. O efeito é obtido traçando um paralelo, no escalpe, nivelado pelo topo das orelhas. Acrescente ombros simétricos de enchumaços.  

Nesta terceira, tudo o que há a fazer é afundar a copa testa abaixo, cobrindo-a na totalidade, sobrancelhas incluídas, de tal modo que os olhos mal se avistem e as pestanas toquem o feltro. Confere o chamado “olhar cortante”. 

Finalmente na quarta, a posição, ou o formato do crânio são irrelevantes. Tudo o que há a fazer é usar uma pena no topo do chapéu, perfeitamente visível, e com uma inclinação de 45º. A de faisão a mais indicada.


Tudo o aqui descrito trata posições típicas, raramente levadas ao extremo das suas possibilidades, no entanto, em cada uma, qualquer inclinação atonal poderá, sob condições de iluminação adequadas, introduzir nuances e conduzir a um sub-tipo de personalidade ainda não rotulado nas ciências da mente.


N. do A. A aplicação cega das indicações aqui fornecidas em pessoas do sexo feminino é desaconselhada. Nesse caso os efeitos secundários incluem resultados indesejados, adversos, ou socialmente inaceitáveis. Comprove infra.



Ray Caesar, Self Examination

3 comentários:

  1. Delicioso o texto. Tão verdadeiro. Hilariante a foto.

    ResponderEliminar
  2. Mas o self examination é básico na vida de qualquer mulher civilizada. :)
    O texto está mesmo uma maravilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marga, a mão no seio tomaste por self examination...e a do baixo ventre? provocation or masturbation? Parabéns pelo texto, apócrifo ou de altoRIA do anãozinho? :>)))

      Eliminar