domingo, 9 de setembro de 2012

A crise e os pobres:




5 comentários:

  1. Não dês ideias aos Passos. Ainda usa isto no facebook.

    ResponderEliminar
  2. Imagina que o governo aproveita esta infeliz ideia e taxa as roupas e toalhas bem alto em prol da felicidade de vocês?! Ah sim, o VIAGRA e o CIALIS também..

    ResponderEliminar
  3. Badalhoca! Olha se ela tira o pano! Pobrete, mas alegrete e há sempre umas cuequinhas remendadas que se possam vestir...

    ResponderEliminar
  4. Os costureiros é que ainda se não lembraram de lançar a moda para os pobres. Aquilo é que vai ser! Ponta a baixo e ponta acima, já existe. Agora cuecas com remendos e com umas tirinhas para puxar, querendo, ainda gostava de ver. Funcionava como uma espécie de badalo.Imaginem a menina dos fósforos, aquela que morreu empedernida, com umas cuecas remendadas, com uma tira a servir de badalo. Quem estivesse na plateia era só puxar! Aí é que se via a pobreza toda! De certo que iriam ter pena dela! E se assumisse aquele ar de quem comeu e não gostou, ainda melhor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel, concordo em que tua ideia é excelente...Já não há estas calças jeans que já vem todas remendadas e rasgadas de fábrica?
      Ou quem sabe a roupa íntima cebola, que a gente pode retirar por camadas depois de uma boa garrafa e uma música sensual?...

      Eliminar